Arquivo de etiquetas: CHOQUE

SÍNDROME CHOQUE EM FELINOS

Por M.V. Raquel Redaelli, baseado em monografia apresentada à Faculdade de Veterinária da UFRGS como requisito parcial para obtenção da Graduação em Medicina Veterinária.

Teve como orientador o prof. Rafael Stedile (POA, RS) e co-orientador o Dr. Rodrigo Cardoso Rabelo, Médico Veterinário Intensivista (Belo Horizonte, MG).

A síndrome choque é uma condição clínica grave presente na rotina clínica de pequenos animais, responsável por alto índice de óbito. O sucesso na abordagem ao paciente em choque requer estudo, conhecimento da fisiopatologia da síndrome e experiência do clínico quanto aos procedimentos a serem realizados.

Os felinos apresentam anatomia e resposta fisiológica diferente dos cães, porém este fato é desconhecido pela maioria dos clínicos. Desta maneira, os sinais clínicos e a conduta terapêutica também diferem dos cães. O cão responde à hipovolemia com taquicardia compensatória, enquanto que os gatos apresentam bradicardia (baixa frequência cardíaca), que associado à hipotensão (baixa pressão arterial) e a hipotermia (baixa temperatura corporal), compõem a tríade da morte dos felinos.

É de extrema importância conhecer as diferenças na resposta à síndrome nas diferentes espécies, para otimizar o atendimento, direcionando a terapêutica e a monitoração a pontos específicos, visando o sucesso na intervenção clínica.

O clínico deve ter em mente que a distinta resposta dos felinos está relacionada ao pior prognóstico em quadros de choque; por isso a detecção e intervenção precoce tornam-se ainda mais importantes quando se trata dos gatos, nos quais a “hora de ouro” dos atendimentos emergenciais é resumida em “cinco minutos de ouro”. É possível obter bons resultados quando for realizado o tratamento eficiente e imediato em estágios iniciais da síndrome; no entanto, a abordagem tardia, mesmo que adequada, pode ser ineficaz devido ao avanço do quadro clínico.

Aos proprietários de gatos, essa informação é importante para frizar a importância de procurar por um atendimento veterinário rapidamente quando observar alterações no animal ou em caso de acidentes, para dar mais chances à sua recuperação.

Disponível na íntegra no site do Intensivet, no link  http://www.intensivet.com/publicacoes/CHOQUE%20EM%20FELINOS%20copia.pdf

desenho: Matias Vazquez