HIPERTIREOIDISMO FELINO

Por ROCHANA RODRIGUES, Médica Veterinária, Mestre em Ciências Veterinárias pela UFRGS. Proprietária da CHATTERIE CENTRO DE SAÚDE DO GATO, clínica exclusiva para felinos em Porto Alegre. http://www.chatterie.com.br


Hipertireoidismo é um quadro clínico resultante da excessiva produção e secreção de tiroxina (T4) e triiodotironina (T3) pela glândula tireóide. A maioria dos casos de hipertireoidismo é causada pelo adenoma tireóideo ou pela hiperplasia adenomatosa multinodular, afetando um ou, mais comumente, ambos os lobos da glândula tireóide. Menos de 2% dos casos ocorrem como resultado de carcinoma tireóideo funcional.

     O hipertireoidismo é a endocrinopatia mais comum em gatos nos Estados Unidos e na Europa afetando, aproximadamente, um em cada 300 gatos. A idade média para o aparecimento desta patologia é 12 anos, os efeitos do hipertireoidismo são multissistêmicos e a gravidades dos sintomas se dá pelo excesso do hormônio produzido.

      O estado hipertireoideo ocorre lentamente, além disso, os felinos mantêm ótimo apetite e permanecem ativos até a que a  perda de apetite ocorra, o que dificulta a percepção do proprietário.

           Os sintomas mais comuns são: perda de peso polifágica, ou seja, o gatinho ingere bastante alimento, mas não aumenta seu peso corporal; além disso, pêlo embaraçado, eriçado e alopecia (perda de pêlos). São relatados também poliúria e polidipsia (excesso de ingestão de água e produção de urina), vômitos e diarréia, agitação, hiperatividade, dispnéia (dificuldade respiratória) e intolerância ao calor.

               É importante lembrar que5 a10% dos gatos hipertireoideos manifestam sinais clínicos opostos e são denominados apáticos. Os felinos apresentam debilidade, depressão profunda, anorexia e flexão cervical. A presença ou ausência de um sintoma pode nem diagnosticar e nem excluir o hipertireoidismo.

         A dosagem sérica do T4 total é o melhor teste para avaliar funcionalmente a tireóide. Alguns felinos podem ter valores normais de T4 por flutuaçõo dos níveis ou por doença não-tireoidea concomitante.  É imprescindível que em felinos com níveis de T4 normais, mas suspeita de hipertireoidismo o exame seja repetido em duas semanas após.

Leia também: PRESTE ATENÇÃO AOS SINAIS DE DOENÇA DO SEU GATO blogfelino.wordpress.com/2011/12/30/105/    E DOENÇAS DO GATO IDOSO blogfelino.wordpress.com/2012/01/31/962/

Anúncios

One response to “HIPERTIREOIDISMO FELINO

  1. perdi minha gata de 07 anos de hipertireoidismo, sem diagnostico em vida, somente no ultimo exame, feito todos os outros, foram colhido sangue 02 dias antes de seu obito, e semanas depois constataram essa doença, que foi fatal, não por falta de cuidado, levei a 05 veterinarios diferentes, paguei tratamentos caros, mais por incompetencia médica.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s