PERITONITE INFECCIOSA FELINA (PIF)

POSTADO POR M.V. RAQUEL REDAELLI

A Peritonite Infecciosa Felina (PIF) ocorre em gatos portadores do Coronavírus Entérico Felino. Porém, apenas10 a30% dos gatos portadores irão desenvolver a doença, pois depende da ocorrência de uma mutação desse vírus. (foto ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais)

A maioria dos gatos já teve contato com esse vírus, que é eliminado principalmente pelas fezes, mas também por saliva e urina. Muitos deles conseguem fazer uma boa resposta imune humoral e celular e eliminar o vírus. No entanto, muitos outros, especialmente em locais com aglomerados de gatos (abrigos, gatis, etc) o contato é constante, e a chance de se tornarem portadores é grande.

O mecanismo que faz o vírus sofrer mutação ainda é pouco conhecido. Sabe-se que, dependendo se a resposta imune celular for parcial ou fraca, o gato desenvolve a forma seca ou efusiva da doença, respectivamente. É uma doença imunomediada. Os fatores de risco são a superpopulação, desnutrição, doenças infecciosas crônicas, FIV, FeLV e tratamentos imunossupressores.

A fisiopatologia da doença baseia-se na ocorrência de lesões piogranulomatosas e vasculite nos órgãos do abdome e tórax, ou seja, inflamação nesses órgãos e nos vasos. Na forma efusiva ocorre o extravasamento de líquido dos vasos sanguíneos para as cavidades devido ao processo inflamatório. Nesta forma da doença, a expectativa de vida é de semanas. Na forma seca, as lesões ocorrem sem extravasamento de líquidos, porém o diagnóstico é ainda mais difícil. A expectativa de vida nesse caso é de meses.

Infelizmente, as únicas maneiras de definir o diagnóstico é através de biópsia de órgão (através de cirurgia) ou após a morte (necropsia). Quando a PIF é efusiva, a análise do líquido cavitário pode sugerir o diagnóstico. Quando a PIF é seca, o clínico precisa descartar outras patologias que cursam com sinais clínicos semelhantes. Os exames realizados in vivo são apenas sugestivos e não específicos.

Os sintomas comuns às duas formas apresentados pelos gatos são febre, anorexia, prostração,  icterícia, perda de peso e aumento de linfonodos mesentéricos. Na forma efusiva o paciente apresenta ainda distensão abdominal ou dificuldade respiratória. Na forma seca pode apresentar ainda uveíte (inflamação ocular) e alterações no sistema nervoso central. O Coronavírus Entérico é um grande causador de hepatite nos gatos.

A doença ocorre principalmente em animais jovens (até 3 anos de idade), mas também é bastante freqüente em gatos idosos (maiores de 14 anos). Ocorre nos momentos da vida em que o sistema imunológico é mais frágil. Gatos da raça Persa e da raça Bengal são geneticamente mais propensos a desenvolver a doença.

O tratamento baseia-se em reduzir a resposta imune exacerbada e fazer tratamento de suporte. Infelizmente, o óbito é inevitável em semanas a meses.

A prevenção da doença depende de evitar o contato com o Coronavírus Entérico, evitando aglomerações de gatos e fazendo limpeza rigorosa (o vírus é sensível a desinfetantes comuns). Em colônias, afastar os filhotes da mãe com 4 a 6 semanas (quando começam a usar a caixa de areia e quando os anticorpos que herdaram da mãe caem). Mães de filhotes que desenvolveram a doença devem ser afastadas da reprodução, pois geraram gatos imunologicamente debilitados.

3 responses to “PERITONITE INFECCIOSA FELINA (PIF)

  1. oi, tenho 06 gatos, 3 sao irmaos , um desenvolveu um aumento no abdomem, encaminhei ao veterinario e em 17/05 ele fez cirurgia, ele nao me deu o diagnostico preciso mas fez a cirurgia, ha duas semanas ele apresentou novamente aumento no abdomen, levei ao veterinario e ele me deu diagnostico de PIF apenas por uma ultrassonografia feita. Lendo na net, muitos especialistas falam da necessidade de exames mais elaborados. Meu gato ficou uma semana internado e esta de volta. Ele faz um ano em dois anos em novembro, ainda. É angorá. O veterinario me passou chemetril e cort trat. estou medicando mas o abdomen so cresce, ajude-me, nao quero perder este animal.

  2. EDUARDA, curso medicina veterinária e por isso achei este blog…Comprei uma gatinha persa e tinha infecção no ouvido.Depois ela não defecava e o abdomem começou a ficar grande…Suspeitei de PIF e li em trabalhos científicos que o pessoal do Rio Grande do Sul está testando a própolis das abelhas, porque para o gato é smepre menos e constatei isso, perdi alguns.
    Compre própolis aquoso, dilua e experimente se não está muito forte, se consegue ingerir sem problemas.É uma tentaiva de eliminar o vírus, porque a própolis é antiviral.E nesse trabalho concluíram que deu certo até para diarreía viral bovina.Estou usando na minha filhota, além de rações gastrointestinais, medicamento para o ouvido e está dando certo, por enquanto.Mas pegue na internet de laboratórios a relação de normalidade desses exames e compare com os do seu gato.Abraços!Helena.

  3. Eduarda Gonçalves

    Tenho uma gata de 2 anos que fez a punção de 60ml do pulmão esquerdo, e apresenta anisocoria leve do olho esquerdo. O diagnóstinico inicial é PIF. Gostaria de saber se tenho algum outro procedimento para confirmar o diagnóstico ou se pelos resultados já posso dar como confirmado. Na pulsão era um líquido amarelo claro (cor de urina). Feito o exame de sangue (coletado na garganta) e do liquido pleural. Segue os resultados.

    SANGUE
    Hemácias:8,86 / Hemoglobina:14,0 / Hematócrito: 42% / PT (plasma): 7,0 / Plaquetas:346000 / Leucócitos:9750 / Albumina:1,73 / Globulina:4,37 / Relação A/G: 0,4.

    LÍQUIDO PLEURAL Albumina:2,25 / ALT: 34 / Creatina:1,2 / GGT:<2,0 / Proteina Total:6,7 / Uréia: 56 / relação A/G: 0,6. Obs: Soro ligerament homolisado

    Obrigada!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s