RAÇÕES, ENTENDA AS DIFERENÇAS

Adaptado do texto da Médica Veterinária Maricy Alexandrino, da Clínica Veterinária CliniPet, Maringá – PR. Link original http://www.clinipet.com/informativos/3-dicas-e-cuidados/19-racoes.html

Atualmente o mercado pet oferece uma gama enorme de alimentos para cães e gatos. Diferentes formas, cores, sabores, marcas e principalmente preços. Entre tantas opções oferecidas, o que realmente se deve levar em consideração na hora de escolher o melhor alimento para os animais de companhia?

Em primeiro lugar devemos saber que o alimento ideal para nossos animais é aquele que oferece todos os componentes necessários para um bom desenvolvimento do organismo, ou seja, um alimento completo que ofereça os níveis adequados de proteínas, vitaminas, minerais, gordura, fibras entre outros componentes. Além disso, é importante saber que vários tipos de matérias primas podem ser utilizadas na fabricação de rações, e que dependendo da matéria prima (de melhor ou pior qualidade) influenciará consideravelmente o preço final do alimento.

Existe uma “classificação” não oficial, aplicada pelos fabricantes para designar a qualidade das rações: Super Premium, Premium e Standard ou de Combate. Porém vale lembrar que ainda não existe legislação brasileira para adequar as rações a esta classificação adotada pelo mercado.

Rações Super Premium são chamadas assim pois são fabricadas com matérias primas de primeira qualidade, com ótimo aproveitamento pelo animal. Neste caso são utilizados como base proteína animal, podendo ser carne, frango, peixe, em alguns casos até carne suína com tratamento especial, e os vegetais utilizados são os de melhor absorção pelos cães e gatos, como o arroz, por exemplo.

Já as rações Standard ou de “Combate” utilizam matérias primas de qualidade inferior, como subprodutos animais (chifre, casco, penas, bicos, farinhas entre outros..) e proteínas de origem  vegetal com pouco aproveitamento, como trigo, soja e milho.

As Premiuns são intermediárias entre Super Premium e Standard.

E o que isso significa para o animal? Quanto melhor a matéria prima utilizada, melhor será o aproveitamento do alimento pelo cão ou gato, ou seja, ele realmente utilizará todos os componentes daquele alimento pra um desenvolvimento e manutenção ideal do organismo.

Dentro destas 3 “classificações”  ainda encontra-se ração destinada a Filhotes, Adultos e Idosos,  isso porque cada fase da vida tem necessidades diferentes. Por exemplo, um filhote em pleno desenvolvimento precisa de proteínas e minerais suficientes para uma boa formação do esqueleto, enquanto um animal idoso, já começa ter declínio de suas funções orgânicas, precisando menos de determinados componentes.

Além desta classificação básica das rações de manutenção, existe outras rações especiais, como as destinadas as raças específicas que leva em consideração particularidades raciais que podem sofrer influência positiva ou negativa de determinado alimento, e as rações terapêuticas, que são obrigatoriamente de prescrição veterinária, pois são destinados a animais portadores de alguma doença, e que se beneficiam com uma nutrição clínica de acordo com o problema (insuficiência renal, cardíaca, diabetes, obesidade).

Existe também a opção de ração seca e úmida (latas, saches), cuja composição básica das duas é a mesma da ração seca equivalente, porém a  úmida além de conter mais água  (o que é benéfico em alguns casos) acaba se tornando mais palatável pela  forma, consistência e pelo odor que exala.

Para que a ração seja bem aproveitada pelo seu animal, deve-se ainda levar em consideração outros detalhes:

  • tipo de alimento oferecido de acordo com a raça, porte, idade e nível de atividade física;
  • quantidade diária oferecida, de acordo com o peso, idade e porte;
  • frequencia  diária de alimentação;
  • armazenamento da ração.

A escolha de um bom alimento para um cão ou gato é essencial  para manutenção da saúde, pois através de uma nutrição adequada é possível prevenir, retardar e tratar diversos problemas de saúde.

ALERTA CRMV-SP: As rações vendidas à granel, em sacos abertos ou outros recipientes que mantenham o produto em contato com o ar e que permitam seu manuseio podem ser facilmente contaminadas por fungos presentes no ambiente, como é o caso dos gênerosPenicillium spp.Aspergillus spp.Rhizopus spp. e Fusarium spp. Esses agentes colonizam a ração, especialmente quando a umidade e a temperatura são favoráveis, se multiplicam e produzem micotoxinas. Leia a matéria em: http://www.crmvsp.org.br/site/noticia_ver.php?id_noticia=2174

18 responses to “RAÇÕES, ENTENDA AS DIFERENÇAS

  1. Queiroz Alcântara

    Olá, por favor, orientem-me, se possível.
    Alimento com ração das mais baratas, os gatos que vivem na rua em que moro e já consomem, em média, 50 kg por mês. Ponho punhados pela manhã, quando saio para o trabalho, ao meio dia e à noite. As vezes, vejo que não comeram e acho um desperdício ter que jogar tudo fora. Afinal, o quilo é caro. Que posso fazer para alimentar melhor os bichanos? são muitos. Algumas vezes compro ração úmida e misturo para melhorar o odor, mas fica caro demais. Existe outra opção melhor?
    Agradeço em nome dos bichos.

  2. Carmelita dal posso

    Olá temos um gato e não sei cuidar muito bem dele, tem 5 meses já, e adora frutas como manga, banana e maçã, tudo o que comemos ele quer comer também, o que posso dar de diferente da ração pra ele?

  3. gostaria de saber qual melhor ração para gatos castrados e que vivem em ambiente interno!

    • Oi Luciane, todas as raçoes Super Premium, com indicação para gatos castrados são ótimas. Veja também de acordo com a idade. Pode ser Hills, Premier, Proplan, Royal Cannin, etc. Abraços

    • Olá Luciane, tenho seis gatos e depois de muito pesquisar cheguei a conclusão de que a ração só beneficia o dono. Não tem ração que seja melhor que a alimentação natural. Fiz curso com a Dra. Sylvia Angélico do site cachorroverde. Foi a melhor coisa que fiz para os meus bebes. Dê uma olhadinha no site, pesquise um pouco, vc vai chegar a mesma conclusão. Antigamente os animais domésticos comiam comida e não tínhamos notícias de tantos problemas de saúde no bichinhos, será que é coincidência? É claro que a alimentação que ofereço é baseada na recomendação do curso, é balanceada e cobre todas as necessidades nutricionais que eles precisam. Existe um lob muito forte das marcas de ração para nos convencer de que “Ração” é o que há de melhor para nossos bichanos, é uma grande MENTIRA, só faz com que eles fiquem doentes e essas marcas ganham mais ainda com parcerias com laboratórios e rações especiais para essa ou aquela doença. Dá só um pouquinho de trabalho, mas seu animalzinho será muito mais feliz.
      Forte Abraço.

      • Eu acredito que a dieta caseira é muito melhor, desde que seja feita com critérios, conhecendo todas as necessidades nutricionais específicas dos gatos… Mas as rações são a opção para quem não tem tempo de preparar o alimento, e dentro dessa opção, sem dúvida, as rações super premium possuem ingredientes melhores, não possuem corantes, e são balanceadas.
        Existem rações que possuem ingredientes mais naturais, e realmente percebe-se essa diferença na saúde do gato. Eu conheço a Guabi Natural e a N&D, que são super premium e possuem essas características naturais.
        Abraços

  4. Pingback: COMO CUIDAR BEM DO SEU GATO – NUTRIÇÃO | www.blogfelino.com.br

  5. O mais complicado é que não existe ração super-premium no Brasil, só importando. Royal, ProPlan e outras são feitas com as mesmas farinhas de carne (proteína de “baixa qualidade”) que as rações comuns, é só ver no rótulo. A questão é: o organismo felino consegue distinguir “boas” e “más” proteínas? Pelo que conheço de bioquímica, proteína é proteína. Se for em boa quantidade na ração, não importa se vem de picanha ou de pescoço de frango…
    A diferença entre essas rações geralmente é no teor de sódio e algumas diferenças bem pequenas em certos nutrientes. Comparem os rótulos e verão isso.

    • Sei que as proteínas tem diferenças em peso molecular, e isso altera na absorção. A qualidade dos ingredientes das rações super premium é superior, e isso se percebe pela qualidade do pelo e qualidade das fezes. Na maioria dos animais percebe-se a diferença. Também vejo muita diferença na questão dos corantes, que estão presentes em rações de menor qualidade com palatabilizantes, para aumentar o consumo.

  6. silmara bora obici

    Bom dia tenho 2 persas filhotes entre 3 e5 meses qual a racao mais indicada p elas ,no momento estao comendo Super Cat da Perdigao mas n’ao sei se essa racao e boa

    • Oi, Simara, o ideal é utilizar uma ração classificada como “super premium”, principalmente na fase de filhote. Pode ser das marcas Proplan, Royal Cannin, Premier, Hill’s, Guabi Natural, etc… Abraços

  7. Felizmente a qualidade das rações estão melhorando muito e a quantidade de proprietarios de pets que esta oferecendo ração aos seus pets está aumentando muito

  8. Meus gatinhos só ganham Hills pra comer. Ela se encaixa em Premium ou Super-Premium???

  9. Questionei um fabricante de ração para gatos sobre a diferença entre a ração vendida aqui e a ração vendida no exterior. A ração vendida no exterior possui uma qualidade muito superior das vendidas aqui, ao invés de farelo de carnes, possuem carne mesmo, não possuem grãos e os conservantes são naturais, a resposta foi evasiva, mas deixou claro que essas diferenças acontecem exatamente porque não existe legislação decente para regular o alimento de nossos bichinhos. As melhores rações vendidas no Brasil tem classificação 1 (de 1 a 10, sendo 1 péssima qualidade) nos órgãos reguladores americanos. Gostaria de saber o que podemos fazer para mudar isso.

    • Cristina, a Orijen (raçao canadense sem cereais, considerada a melhor do mundo) está tentando entrar no mercado brasileiro já a mais de um ano, mas ainda nao conseguiram autorizaçao do governo brasileiro para iniciar a importaçao. O que vc pode fazer é mandar um e-mail pra eles pedindo informaçoes sobre quando eles pretendem entrar no mercado. É importante eles saberem que tem gente interessada, porque nao é mole combater a burocracia. Eu moro no exterior a 5 anos, e garanto que a diferença na raçao é impressionante. Eu acredito que, se a Orijen conseguir entrar no mercado, muitas marcas vao ter que criar linhas de raçoes superiores pra poder competir com eles, e a qualidade em geral irá melhorar.

      • Cristina Silva.

        Obrigada pelas informações, tenho conhecimento da qualidade das rações da Orijen, mas decidi que o melhor para meus bebês é alimentação natural, já estou oferecendo carne crua, legumes e complementos vitamínicos, por melhor que seja a ração, não é melhor que o alimento natural. Nós nunca saberemos o que tem naqueles grãozinhos, se eles colocam formol no leite para consumo humano, nem imagino o que podem colocar no alimento de nossos bebês. Se ração fosse boa, o homem se alimentava desse jeito, definitivamente a ração só é boa para os humanos, que só precisam abrir o saco e derramar na tigela.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s